fbpx

Ao longo dos tempos, foram feitas numerosas experiências com carros de variadíssimas marcas. Para que desta forma, no final pudesse conceber um modelo de automóvel, que preenchesse os requisitos para poder ser lançado no mercado.

 

Pese embora, o fabrico dos carros conceptuais fossem reprovado, os seus designs não passavam despercebidos. As silhuetas apresentadas pelos carros eram e são “de outro planeta”. No entanto, sem os mesmos não teríamos, hoje em dia, carros também esteticamente vistosos e acima de tudo mais seguros.

A Duo Masters apresenta alguns dos mais revolucionários carros conceptuais construídos, mas que nunca “viram” a estrada.

 

Citroën Karin (1980)

Começamos por um carro bastante invulgar na sua forma. Poderíamos apelidar de uma pirâmide em forma de carro! O Citroën Karin foi desenhado por Trevor Fiore e apresentado no ano de 1980. Com o seu design exterior invulgar naquela época, o seu interior também não passava despercebido. O interior era simplesmente composto pelo assento do condutor e dois assentos adicionais, um em cada lado.

Créditos: razaoautomovel.com

Maserati Boomerang (1972)

O Maserati Boomerang apresentado em 1972, era um carro que naquele tempo era pouco comum. O carro além dos vidros, frontal, traseiro e laterais, também era composto por um tejadilho envidraçado. O Maserati Boomerang foi desenhado por Giorgetto  Giugiaro. O carro de dois lugares e duas portas, ostentava um motor V8, cuja potência era de 314 cv.

Créditos: locosdelmotor.com

Lamborghini Terzo Millennio (2017)

A marca italiana, Lamborghini, já está a preparar o seu futuro. Assim, o Lamborghini Terzo Millennio será um super-desportivo totalmente elétrico com um design ainda mais futurista! É de destacar o facto de se estar a desenvolver em parceria com o MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) um componente, que irá inovar por completo o paradigma automóvel nos dias de hoje. Trata-se de um composto, que após uma batida ligeira será capaz de reconstruir o carro em pouco tempo. Além disso, a composição do carro será em fibra de carbono, que terá induzidos supercondensadores de energia que carregam o carro de forma bastante rápida tornando o carro ainda mais veloz. Resta saber quando será mesmo lançado o super-desportivo que ainda é um protótipo.

Créditos: observador.pt

Lancia Stratos Zero (1970)

Retomamos aos anos setenta, desta vez com o fabuloso Lancia Stratos Zero. O design estratosférico tem origem na empresa Bertone. A porta de entrada para os dois lugares deste bólide era simplesmente o vidro frontal, que se abria verticalmente, podendo as pessoas entrar no mesmo. Deveras pouco ergonómico, mas uma forma de regressar ao futuro!

Créditos: locosdelmotor.com

Ferrari 512 S Modulo (1970)

Os anos setenta foram metaforicamente espaciais ao nível do design apresentado, no que concerne aos carros conceptuais. A Ferrari também no ano de 1970 apresentou um carro conceptual designado, Ferrari 512 S Modulo. O designer responsável foi Paolo Martin. Escusado será dizer que, se este mesmo carro não tivesse rodas seria um carro voador que há muito tempo o Homem idealiza e ambiciona alcançar.

Créditos: razaoautomovel.com

Alfa Romeo BAT 5,7 e 9 (1953-55)

Nos anos cinquenta, a marca italiana, Alfa Romeo, reuniu esforços para projetar três modelos da gama BAT. O designer de ambos os carros foi o tão reconhecido Franco Scaglione. A projeção dos três automóveis combinou na parceria entre a Alfa Romeo e a empresa de design Bertone. O nome dos três carros advém do nome Berlinetta Aerodinamica Tecnica. Os carros tinham a potência de 90 cv.

Créditos: jornaldosclassicos.com

Oldsmobile Aerotech (1987)

Na última metade dos anos oitenta, surge desta forma o futuro. Estamos a referir ao protótipo Oldsmobile Aerotech, um monolugar apresentado no ano de 1987. Tratava-se de um design bastante à frente no seu tempo. A característica peculiar deste automóvel advém do seu design arrojadamente aerodinâmico. Para além disso, o mesmo detinha uma potência de 850 cv.

Créditos: supercars.net

Renault Dezir (2010)

Em 2010, surgiria através da marca francesa, Renault, o protótipo Dezir. Este automóvel conceptual detinha um design arredondado. A potência elétrica do modelo Dezir era de 24KW/h. Apesar da sua velocidade máxima apresentar 180 km/h, este atingia os 100 km/h nuns meros 5 segundos. Surpreendente!

Créditos: cartype.com

VW Nardo (2001) 

No início dos anos dois mil, a Volkswagen ambicionava projetar um superdesportivo que ombreasse com as já clássicas marcas desse ramo de automóveis como é o caso da Lamborghini, Ferrari, Ford, entre outros. O Volkswagen Nardo tinha 600 cv de potência e uma aceleração de 3,5 segundos dos 0 aos 100 km/h.

Créditos: sapo.pt

BMW Gina Light Vision Model (2008)

Finalizamos a lista de carros conceptuais, através das suaves linhas do descapotável BMW Gina Light Vision Model. Uma obra-prima. Em 2008, era apresentado este protótipo desenhado por Chris Bangle. Além do seu design simples, era bastante maleável e adaptável. A abertura das suas duas portas plásticas não apresentava fendas no carro. A sua aerodinâmica era bastante diversificada, desde modificações nos ângulos do spoiler traseiro e no capô e por último, a abertura de fendas para a ativação dos faróis e revisão do motor. Um carro camaleónico!

Créditos: carpixel.net